Haras Residente de mãos dadas com a sustentabilidade

A quantidade de água doce produzida pelo seu ciclo natural em 1950 é, basicamente, a mesma de hoje e deverá ficar inalterada até 2050. Por outro lado, a demanda aumentou. A preocupação com um recurso tão importante para a manutenção da vida, levou a Organização das Nações Unidas (ONU) a criar o Dia Mundial da Água, 22 de março.

A água cobre 70% de toda Terra, porém apenas cerca de 3% desse total é doce e se encontra, em sua maior parte, em geleiras, calotas polares e lençóis freáticos profundos. Menos de 1% da água própria para consumo é encontrada em rios, lagos e lençóis subterrâneos.

Aproximadamente 13,7% de toda água doce do planeta está no Brasil, a grande parte dela está concentrada na Bacia Amazônica, cerca de 73%, o Nordeste possui menos de 5% de toda reserva.
Atento as mudanças do mundo moderno e a necessidade do uso racional da água, o Haras Residence oferece um sistema de reuso da água que vai funcionar com o sistema de decantamento de efluentes, que são substâncias líquidas ou gasosas originárias de esgotos domésticos, ou seja, água potável mais impurezas geradas pelo uso.

“Estamos instalando uma estação compacta que vai tratar essa água e guardá-la em um reservatório de 500 mil litros. Toda água da drenagem também será captada, tratada para tirar a areia e armazenada em reservatório de 2 milhões de litros”, conta o engenheiro Dílson de Jesus.

A água de reuso será utilizada na área comum do condomínio, na irrigação dos 230 mil m² de área verde e deve gerar uma economia mensal de R$ 40 mil.
O engenheiro explica que todo projeto é pensado na região, assim as plantas escolhidas para compor o Haras não necessitam de muita água para sobreviver.

Sistema de abastecimento de água

O Haras contará com reservatório de 355 mil litros. Durante a execução da obra serão adquiridas outorgas para abrir poços de capitação subterrâneos para oferecer o suporte necessário para o condomínio, reduzindo em 50% a utilização da água fornecida pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

“Hoje, com o colapso da água, uma das ações mais importantes é reservá-la previamente e controlar seu uso. Nossa intenção é, na entrega do condomínio, fazer uma palestra sobre o uso racional da água”, explica o engenheiro.

O advogado José Veríssimo revela que um dos diferencias que o influenciaram na aquisição do Haras Residence foi a preocupação com a sustentabilidade. “Essa é a palavra do momento, podemos perceber que ela é inerente ao empreendimento”, afirma o advogado.

Veríssimo conta que está animado com o andamento da obra. “O trabalho está bem adiantado, acredito que receberemos o condomínio antes da data prevista. Além disso, já tivemos excelentes surpresas, a equipe do Haras está inovando, principalmente na área de lazer, como a praia e a gruta, espaços que não estavam previstos quando celebramos o contrato”, finaliza.

Deixe uma resposta